O risco da apneia do sono para a saúde dos homens

Apneia do sono – homem de meia-idade dormindo – Mais Pfizer

O risco da apneia do sono para a saúde dos homens

Estima-se que 25% dos homens de meia-idade, entre 45 e 65 anos, sofrem com a apneia do sono. Além de provocar os roncos, o problema também faz com que a pessoa pare de respirar enquanto dormir, afeta tanto a qualidade do sono como pode ser responsável por outras condições de saúde mais sérias.

Problemas mais sérios associados a apneia do sono

Por afetar diretamente a respiração enquanto a pessoa dorme, a apneia do sono também pode ser causa de algumas condições de saúde que afetam gravemente a saúde masculina. Entre alguns desses problemas estão:

Problemas cardiovasculares associados a apneia do sono – o sistema circulatório quando sofre com a falta de oxigênio, causada pela apneia do sono, faz com que a pressão sanguínea fique mais alta. Isso aumenta as chances de a pessoa ter fibrilação atrial, infarto do miocárdio ou até mesmo um AVC.

Síndromes metabólicas associados a apneia do sono – essa falta de oxigênio no sangue também pode ser responsável pelo aumento nos níveis de colesterol e de açúcar no sangue. Esses são fatores de risco importantes para o desenvolvimento os problemas cardiovasculares.

Problemas no fígado associados a apneia do sono – quem sofre com a apneia do sono também pode ter um aumento nos níveis de gordura no fígado.

O sobrepeso e obesidade são os principais fatores de risco da apneia do sono

Os homens também são mais propensos a estarem com sobrepeso ou obesidade, um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da apneia do sono. Isso ocorre porque o acúmulo de gordura aumenta a pressão na região do tórax, dificultando a respiração quando se está deitado.

Como evitar a apneia do sono?

Perder peso – ao perder alguns quilos, já será possível perceber a redução da pressão na região do tórax e a melhora da apneia do sono.

Pare de fumar – o cigarro afeta diretamente a saúde do pulmão e pode ser um dos fatores que estão tornando sua apneia do sono mais frequente.

Evite beber álcool antes de dormir – as bebidas alcóolicas relaxam os músculos da garganta, por isso, estão muito relacionados aos casos de ronco e também da apneia do sono.

Mude a posição que você dorme – dormir de barriga para cima faz com que a língua relaxe e bloqueia a garganta, o que dificulta a passagem de ar. Além disso, essa posição também aumenta a pressão sobre o tórax.

Já conhece o Programa Mais Pfizer?

O Programa Mais Pfizer tem o objetivo de facilitar o acesso e incentivar que o paciente siga o tratamento que foi prescrito pelo médico. O Programa Mais Pfizer também oferece dicas e informações para uma vida mais saudável.

Saiba mais sobre o Programa Mais Pfizer.

Referências

 

PP-PFE-BRA-2191

Mais Pfizer
7 novembro, 2019

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastre-se