A importância das atividades físicas para pessoas com baixa visão

A importância das atividades físicas para pessoas com baixa visão

Manter uma rotina de exercícios físicos é um desafio para a maioria das pessoas. Para quem tem baixa visão, as dificuldades são ainda maiores. Entretanto, os benefícios que essa prática pode trazer para a qualidade de vida dos portadores de deficiências visuais podem ser um estímulo essencial para a mudança de comportamento.

No caso de pacientes com glaucoma, geralmente, a perda da visão vem já em uma idade avançada, quando os níveis de atividades físicas já são menores, porém a importância delas é maior ainda.

Equilíbrio

A visão é um sentido muito envolvido com o equilíbrio, que pode ser comprometido com a deficiência visual. Os exercícios físicos melhoram essa capacidade físico-motora.

Postura

A deficiência visual pode afetar o controle postural das pessoas e a prática regular de exercícios físicos pode ajudar na percepção do corpo e na postura correta.

Inclusão social

A atividade física é, muitas vezes, praticada em grupo. Isso oferece uma oportunidade de interação social e troca de experiência com outras pessoas.

Lembre-se: a prática de exercícios físicos deve ser sempre acompanhada por um médico e profissional, nesse caso, especializado no suporte a pessoas com deficiências visuais.

Todos esses fatores reunidos dão mais independência e autonomia para as pessoas com baixa visão. Assim, apesar de serem desafiadores, os exercícios físicos são essenciais para a adaptação física e psicológica de alguém com deficiência visual, melhorando muito a qualidade de vida. 

Referências:

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Año 16, Nº 164, Enero de 2012 – “A deficiência visual e a prática de atividades físicas”. Disponível em: https://www.efdeportes.com/efd164/a-deficiencia-visual-e-atividades-fisicas.htm. Acesso em 12/06/2020.

Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte – “Benefícios do treinamento funcional para o equilíbrio e propriocepção de deficientes visuais”. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbme/v22n6/1517-8692-rbme-22-06-00471.pdf. Acesso em 12/06/2020.

Rev Bras Educ Fís Esporte, (São Paulo) 2017 Jul-Set;31(3):563-70 – “Exercícios combinados em adultos com deficiência visual”. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/148564. Acesso em 12/06/2020.

 PP-PCU-BRA-0042 – julho/2020.

10 agosto, 2020
Cadastre-se