Mitos e verdades sobre transtornos mentais

Mulher idosa sentada tentando lembrar algo

Mitos e verdades sobre transtornos mentais

Você sabia que há 322 milhões de pessoas no mundo que vivem com transtornos mentais? Entre os principais estão a depressão, a ansiedade, o transtorno afetivo bipolar e a esquizofrenia. As dúvidas e incertezas ligadas a esses problemas acabam afastando os pacientes do tratamento correto. Continue a leitura e confira alguns mitos e verdade sobre transtornos mentais.

6 mitos e verdades sobre transtornos mentais

1. Qualquer pessoa pode ter transtornos mentais

Verdade. Não existe uma causa exata para a aparição dos transtornos mentais. Eles podem afetar pessoas de qualquer idade, raça, religião e situação econômica. Fique atento aos sinais e sintomas e não deixe de buscar ajuda médica e psicológica quando achar necessário.

2. Crianças não possuem transtornos mentais

Mito. Estudos indicam que 50% a 75% dos transtornos mentais têm início na infância e adolescência. No Brasil, cerca de 7% a 20% dos jovens passam por algum tipo de transtorno mental. É preciso ficar atento aos sinais e sintomas durante toda a vida.

3. Problemas físicos são mais importantes do que problemas de saúde mental

Mito. É preciso dar atenção aos problemas psicológicos tanto quanto aos físicos. Os transtornos mentais são responsáveis por cerca de 90% dos 11 mil suicídios que acontecem anualmente no Brasil, sendo a quarta maior causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos.

4. Fatores genéticos podem aumentar o risco de transtornos mentais

Verdade. Existem certos genes, parte da molécula de DNA responsável pelas características herdadas, que podem aumentar os riscos de se desenvolver alguns dos transtornos mentais. Ambientes com condições estressantes e problemas nos neurotransmissores, substâncias químicas cerebrais, são outros fatores que podem aumentar o risco de desenvolver problemas na saúde mental.

5.O preconceito impede que as pessoas busquem tratamento adequado para transtornos mentais

Verdade. Apesar de existirem tratamentos eficazes no controle dos sintomas de transtornos mentais, alguns pacientes ou responsáveis por eles têm resistência por conta do preconceito. Então, não buscam auxílio médico e psicológico.

6. O tratamento para transtornos mentais deve ser feito apenas com medicação

Mito. A medicação, quando indicada pelo médico, ajuda no tratamento dos transtornos e pode ter efeitos ainda mais positivos em conjunto com outras atividades. A terapia e grupos de apoio ajudam na melhora dos sintomas, assim como uma boa alimentação, sono regular e a prática de atividades artísticas e exercícios físicos. Estes fatores contribuem para a saúde e bem-estar de forma geral, ajudando no tratamento.

Referências

 

PP-PFE-BRA-1147

Mais Pfizer
9 agosto, 2018

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastre-se