Exercícios físicos melhoram a qualidade de vida no tratamento de câncer de mama

Mulher fazendo exercícios no tratamento do câncer de mama - Mais Pfizer

Exercícios físicos melhoram a qualidade de vida no tratamento de câncer de mama

O corpo passa por muitas mudanças e fica mais fraco durante o tratamento de câncer de mama, o que consequentemente faz você parar de se exercitar. No entanto, a combinação entre exercícios físicos e câncer de mama é recomendada pelos médicos. Praticar exercícios ajuda você a superar esse período com mais qualidade de vida. Além disso, você pode recuperar alguns movimentos, evitar inchaços e aliviar dores, caso você tenha passado por uma cirurgia.

Benefícios dos exercícios físicos para o tratamento do câncer de mama

Veja como os exercícios físicos podem ajudar você no tratamento do câncer de mama:

  • Melhoram o funcionamento do corpo;
  • Reduzem a fadiga causada pela quimioterapia;
  • Diminuem a ansiedade;
  • Aumentam a autoestima;
  • Diminuem a perda de massa muscular;
  • Mantêm a composição corporal adequada e o bom funcionamento do coração.

Atenção: exercícios físicos durante e após o tratamento podem diminuir o risco de recorrência do câncer.

Praticando exercícios físicos no tratamento de câncer de mama

É recomendado se exercitar durante 150 minutos por semana, alternando entre exercícios de resistência muscular e aeróbicos, sempre de intensidade leve. No entanto, se você não está acostumada a fazer exercícios ou está indisposta devido ao tratamento, comece aos poucos: caminhe devagar durante 10 minutos por dia, por exemplo.

Atenção: uma maneira fácil de verificar a intensidade do exercício é falar durante os exercícios físicos. Por exemplo, se conseguir cantar em voz alta, sem se sentir ofegante, enquanto se exercita, você provavelmente está em uma intensidade leve.

Antes de fazer qualquer exercício, consulte seu médico para saber se está apta e qual o tipo é mais indicado para você. Depois disso, procure ter um profissional por perto para acompanhá-la durante a prática de exercícios físicos.

Cuidados ao praticar exercícios físicos no tratamento de câncer de mama

O tratamento de câncer de mama pode causar alguns efeitos colaterais. Por isso, se você tiver um dos efeitos a seguir deve ter alguns cuidados na hora de se exercitar:

Imunidade baixa – evite fazer exercícios em locais públicos ou com muita gente até que sua imunidade se restabeleça.

Anemia severa – não faça exercícios físicos até que a anemia melhore.

Alteração da sensibilidade nos pés ou no equilíbrio, lesões ósseas ou osteoporose – dê preferência para exercícios com menos risco de queda e lesões. Pedale em uma bicicleta ergométrica, por exemplo.

Cateteres e sondas – cuidado com água da piscina, mar ou lago para evitar contaminação por micro-organismos. Também evite fazer exercícios de resistência nos músculos perto do cateter ou sonda para que não saia do lugar.

Radioterapia – como deixa a pele sensível, evite piscinas, devido ao cloro. Também evite fazer exercícios em períodos em que o sol está muito forte e não deixe de usar o protetor solar.

Exercícios físicos e câncer de mama depois da cirurgia

Se você passou por uma cirurgia, é importante praticar exercícios físicos para recuperar os movimentos do braço e do ombro, principalmente se estiver fazendo radioterapia, para mantê-los flexíveis e evitar inchaços. Veja alguns tipos:

  • Alongamentos do ombro e do tórax – ajudam a ter mais mobilidade e evitam inchaços;
  • Exercícios com pouco peso – fortalecem os músculos do braço e do ombro;
  • Exercícios aeróbicos e respiratórios – auxiliam a saúde do coração e dos pulmões.

Atenção: você pode se exercitar depois de um banho quente, quando os músculos estão mais relaxados. Procure usar roupas soltas e confortáveis.

Geralmente os exercícios podem ser feitos a partir de uma semana após a cirurgia. Como o corpo pode ser afetado até depois do fim do tratamento, os exercícios devem ser praticados regularmente, sempre de acordo com as recomendações do médico e com um profissional por perto, pode ser um fisioterapeuta ou professor de educação física. Você pode sentir alguns desconfortos, como:

  • Aperto no peito e na axila – devem diminuir conforme fizer os exercícios;
  • Ardência, formigamento, dormência ou dor na parte de trás do braço e / ou no tórax – a cirurgia pode afetar alguns nervos, mas continue fazendo os exercícios conforme a orientação médica.

Se notar ou sentir algum incômodo, inchaço ou sensibilidade diferente, procure o médico.

Já conhece o Programa Mais Pfizer?

Esse conteúdo faz parte do Programa Mais Pfizer e tem o objetivo de oferecer informações para uma vida mais saudável. O Programa Mais Pfizer facilita o acesso e incentiva que o paciente siga o tratamento que foi prescrito pelo médico.

Saiba mais sobre o Programa Mais Pfizer.

Referências

 

PP-PFE-BRA-1872 Setembro/2019

Mais Pfizer
2 setembro, 2019

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastre-se