Entenda a diferença entre colesterol e triglicerídeos

Colesterol e triglicerídeos afetam a saúde do coração

Entenda a diferença entre colesterol e triglicerídeos

Colesterol e triglicerídeos são os dois principais tipos de gordura (também chamados de lipídios) que circulam no sangue. Eles têm funções diferentes: os triglicerídeos fornecem energia ao corpo, enquanto o colesterol é usado para a produção de células e certos hormônios. Mas, além de serem da mesma “família”, essas gorduras têm outra coisa em comum: quando em excesso no organismo, aumentam o risco de vários problemas sérios de saúde, principalmente as doenças cardiovasculares. Saiba mais sobre essa relação e como reduzir seus riscos.

Como colesterol e triglicerídeos afetam a saúde do coração

Existem dois tipos principais de colesterol:

  • Colesterol ruim (LDL) - se acumula nas artérias tornando-a mais estreita, o que pode causar doenças cardíacas e acidente vascular cerebral (AVC);
  • Colesterol bom (HDL) - remove o colesterol ruim das artérias, protegendo o coração. 

Assim, o melhor para a saúde é a concentração baixa de colesterol ruim e alta de colesterol bom. O excesso de triglicerídeos também está associado ao risco de doenças cardiovasculares, mas não se sabe esse é um fator de risco independente. Isso porque, quem tem triglicérides aumentados, costuma ter níveis baixos de colesterol bom (HDL).

Se você tem fatores de risco para doenças cardiovasculares ou apenas precisa de um check-up, seu médico pode pedir que você faça um perfil lipídico, exame de sangue para medir suas taxas de colesterol e triglicerídeos. Converse com ele para entender os seus riscos e, se for o caso, traçar uma estratégia de tratamento.

Hábitos saudáveis ajudam a diminuir níveis de colesterol e triglicerídeos

Mudanças no estilo de vida são fundamentais para manter seus níveis lipídicos controlados. Seu médico pode recomendar o seguinte:

  • Faça atividade física regular - procure fazer, pelo menos, 30 minutos de atividade física por dia. Você pode incorporá-la em seu dia a dia, optando por percorrer trajetos a pé, por exemplo.
  • Controle o peso - se você está acima do peso, perder apenas 5% a 10% do seu peso já pode fazer uma grande diferença a sua saúde.
  • Escolha gorduras saudáveis - substitua a carne vermelha (gordura saturada) por peixes ricos em ômega-3, como salmão, sardinha e atum. Além disso, evite gorduras trans, frequentemente encontradas em margarinas e alimentos processados.
  • Coma mais fibras - frutas, legumes e alimentos integrais são boas fontes. Incluir mais fibras na dieta e diminuir o consumo de colesterol e gordura saturada podem reduzir em até 15% os níveis de colesterol e em até 20% os de triglicerídeos.
  • Não fume - parar de fumar melhora suas taxas de colesterol bom. E o melhor é eu os benefícios ocorrem rapidamente após o abandono do hábito.
  • Beba álcool com moderação - bebidas alcoólicas têm um efeito particularmente prejudicial sobre os triglicerídeos. Se estão muito elevados, a abstinência da bebida pode ser recomendada.

Quando essas medidas não são suficientes para reduzir colesterol e triglicerídeos, o médico pode prescrever medicação. Entretanto, mesmo se você estiver tomando medicamentos, é imprescindível continuar fazendo escolhas saudáveis.

Referências

 

PP-PFE-BRA-1536

7 janeiro, 2019
Cadastre-se