7 dicas para prevenção da trombose

Mulher fazendo a prevenção da trombose – Mais Pfizer

7 dicas para prevenção da trombose

A trombose é uma doença causada pela formação de coágulos (trombos), que são o sangue na forma sólida, no interior das veias ou artérias. Os coágulos dificultam a circulação do sangue no corpo, em especial, nas pernas. Eles podem causar sérias complicações, como a embolia pulmonar. Continue a leitura para entender mais sobre a importância de agir na prevenção da trombose.

Complicações causadas pela trombose

Uma em cada quatro pessoas morre de causas relacionadas a complicações da trombose em todo o mundo. Os principais problemas decorrentes da doença são:

Embolia pulmonar - os coágulos podem percorrer a corrente sanguínea e se alojar em outros órgãos, como o pulmão. Quando os coágulos se fixam nos pulmões, podem causar a embolia pulmonar, doença que dificulta a circulação do sangue na  região.

Síndrome pós-trombótica – os danos nas veias causados pelo coágulo reduzem o fluxo sanguíneo nas áreas afetadas, podendo causar os seguintes sintomas:

  • Inchaço persistente de suas pernas (edema);
  • Dor na perna;
  • Descoloração da pele;
  • Feridas na pele.

A prevenção da trombose é o melhor caminho para evitar as complicações da doença.

Hábitos importantes para a prevenção da trombose

Os coágulos sanguíneos podem ser formados por diversas razões que impeçam o sangue de circular e coagular corretamente. É possível modificar alguns hábitos diários e prevenir-se contra a trombose, veja quais são:

  1. Conheça os sintomas e sinais da trombose -  preste atenção em sintomas como dor, inchaço, vermelhidão, palidez ou sensação de queimação nas pernas. A falta de ar é um sinal de alerta comum, pode indicar que o coágulo foi para os pulmões.
  1. Evite ficar muito parado – se você for ficar parado durante muito tempo, como em viagem de carro ou avião, tente se movimentar quando for possível, levantando e abaixando os calcanhares e os dedos dos pés. Evite cruzar as pernas, pois isto pode dificultar a circulação sanguínea.
  1. Pare de fumar – o tabagismo é um fator de risco para a trombose, pois compromete a circulação. Fumar também aumenta as chances do desenvolvimento da trombose para as mulheres que fazem uso das pílulas anticoncepcionais.
  1. Evite tomar pílulas anticoncepcionais – a pílula anticoncepcional contém hormônios que podem provocar um desequilíbrio no sistema de coagulação, aumentando a chance de mulheres desenvolverem trombose.
  1. Faça exercícios físicos – praticar caminhadas ou corridas, com a duração de 40 minutos pelo menos três dias na semana, melhora a circulação do sangue e auxilia na prevenção da trombose.
  1. Conheça seu histórico familiar – os problemas com a coagulação podem ser hereditários. Se você tem algum familiar próximo que teve trombose, fique atento. Converse com o médico para saber a melhor forma de se prevenir.
  1. Cuide da sua alimentação – evite alimentos gordurosos, industrializados e frituras. Reduza o consumo de carboidratos refinados, como a farinha branca e açúcar. Estes alimentos aumentam o nível de glicose e contribuem para a coagulação sanguínea.

Referências

 

PP-PFE-BRA-1468

21 novembro, 2018

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastre-se