Álcool e drogas podem piorar os sintomas da esquizofrenia

Sintomas da esquizofrenia – homem segurando copo de bebida alcoólica – Mais Pfizer

Álcool e drogas podem piorar os sintomas da esquizofrenia

Um dos fatores principais que levam pessoas com distúrbios mentais graves, como a esquizofrenia, a uma morte precoce é o abuso de álcool e drogas. Aqueles que sofrem desse problema podem usar essas substâncias para tentar aliviar os sintomas. Porém, muitas vezes isso tem um efeito contrário. Continue a leitura para saber como o álcool e outras drogas podem fazer pessoas desenvolverem sintomas da esquizofrenia e causar dependência em quem tem o distúrbio.

O efeito do álcool em pessoas com esquizofrenia

O álcool é uma substância entorpecente para o sistema nervoso central, ou seja, ele age para reduzir as sensações, tornando os sentidos mais lentos e menos ativos. Pessoas com esquizofrenia tendem a se tornar alcoólatras com mais facilidade justamente por abusarem dos efeitos dessa substância.

Isso acontece não apenas porque o álcool faz com que sintam menos os sintomas da esquizofrenia, mas ele traz um efeito de euforia, estado de bem-estar proporcionado também pelo uso de outras drogas, que agem mais forte em quem tem distúrbios mentais.

Além de trazer todos os prejuízos que oferece para pessoas que não têm esquizofrenia, o abuso do álcool também faz com que as alucinações, causadas pelo distúrbio, sejam mais constantes. Em alguns casos, é possível que a pessoa sinta dor durante as crises.

O uso de outras drogas para pessoas com esquizofrenia

Algumas drogas têm efeitos semelhantes aos sintomas da esquizofrenia. Elas fazem com que a pessoa veja e/ ou ouça coisas que não existem e tenha sensação de paranoia. Além das drogas causarem uma crise do distúrbio, também podem provocar mudanças de comportamento.

Estima-se que entre 10 e 23% das pessoas com esquizofrenia que usam drogas apresentará algum tipo de comportamento violento. É possível que a pessoa também tenha outras atitudes perigosas, como a de ter relações sexuais sem proteção e a de parar de tomar os medicamentos do tratamento.

O abuso de álcool e drogas é um fator de risco da esquizofrenia

Pessoas que não tem os sintomas da esquizofrenia, mas abusam tanto o álcool como outras drogas têm seis vezes mais chances de desenvolver o distúrbio. Entre as substâncias mais perigosas nesses casos estão a maconha e bebidas alcoólicas.

Além disso, o abuso de substâncias pode evidenciar um aumento de risco genético para o surgimento da esquizofrenia. Isto é, a criança cuja mãe abusa de bebidas alcóolicas e/ou drogas tem mais chances de apresentar esquizofrenia em algum momento da vida.

Já conhece o Programa Mais Pfizer?

Esse conteúdo faz parte do Programa Mais Pfizer e tem o objetivo de oferecer informações para uma vida mais saudável. O Programa Mais Pfizer facilita o acesso e incentiva que o paciente siga o tratamento que foi prescrito pelo médico.

Saiba mais sobre o Programa Mais Pfizer.

Referências


PP-PFE-BRA-1870

Mais Pfizer
20 agosto, 2019

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastre-se