A importância da prevenção de ISTs em idosos

Casal na cama pensando na IST em idosos – Mais Pfizer

A importância da prevenção de ISTs em idosos

Assumir uma atitude responsável em relação ao sexo para proteger-se das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) é fundamental. Porém, a prevenção de ISTs em idosos é ainda mais importante por causa da deterioração progressiva do sistema imunológico. Continue a leitura para saber mais a respeito.

O que são ISTs?

O termo infecções sexualmente transmissíveis (IST) passou a substituir a expressão doenças sexualmente transmissíveis (DST) para ressaltar a possibilidade de uma pessoa ter e transmitir uma infecção sem apresentar sinais e sintomas.

São causadas por vírus, bactérias ou outros micro-organismos. Dentre elas estão:

HIV/aids - apesar de haver tratamento, ainda não têm cura;

HPV – o papiloma vírus humano também não têm cura, embora haja tratamento;

Hepatites virais B e C - podem ser fatais.

As ISTs só podem ser transmitidas por sexo?

Além de transmissão por relação sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha com uma pessoa infectada, as ISTs podem ser transmitidas por:

  • Compartilhamento de seringas;
  • Transfusão de sangue contaminado;
  • Objetos cortantes ou perfurantes não esterilizados corretamente, como alicates e tesouras;
  • Mãe infectada, que pode passar para o filho durante a gravidez, o parto e a amamentação.

IST em idosos

A idade não imuniza as pessoas contra as IST e também não tira a capacidade de se relacionar sexualmente com quem a pessoa quiser. A ideia de que a terceira idade está livre deste tipo de infecção é mito, houve um aumento do número de casos de IST em idosos. A maioria das pessoas acima de 60 anos é sexualmente ativa e precisa se proteger na hora do sexo, como em qualquer época da vida.

Os idosos estão mais expostos a infeções, devido à deterioração progressiva do sistema imunológico. No caso de IST especialmente, algumas mudanças biológicas tornam a terceira idade mais vulnerável.

Mulher - ocorrem mudanças na vagina depois da menopausa, por exemplo, que tornam as mulheres mais suscetíveis.

Homem - mudanças de ereção do pênis podem dificultar o uso da camisinha. No entanto, é preciso saber contornar estas situações para se proteger.

Prevenção de IST

Alguns hábitos simples de incorporar no dia a dia são suficientes para fazer a prevenção de ISTs, veja quais são:

  • Use corretamente a camisinha em todas as relações sexuais;
  • Não compartilhe agulhas e seringas;
  • Se precisar de uma transfusão de sangue, exija que ele seja testado para todas as doenças são transmitidas pelo sangue;
  • Na hora de fazer as unhas, leve sempre seu material (tesouras, alicates e espátulas) para evitar a contaminação.

Prevenir-se contra ISTs é um sinal de responsabilidade, amor e cuidado consigo mesmo e com a pessoa parceira. Caso tenha alguma dúvida sobre IST ou como se prevenir, converse com seu médico.

Referências

 

PP-PFE-BRA-1468

21 novembro, 2018

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastre-se