7 hábitos que ajudam a prevenir a demência

Idoso praticando atividade física para prevenir a demência – Mais Pfizer

7 hábitos que ajudam a prevenir a demência

A demência atinge cerca de 50 milhões de pessoas em todo o mundo, número que deve triplicar até 2050. Não se trata de uma doença específica, mas de um conjunto de sintomas que afetam a memória, o raciocínio e as habilidades sociais, a ponto de interferir no dia a dia da pessoa. Embora seja mais comum em idosos, esse problema de saúde não é uma consequência inevitável do envelhecimento. E, em qualquer fase da vida, você pode tomar medidas para manter seu cérebro saudável e evitar o declínio cognitivo. Confira sete hábitos que ajudam a prevenir a demência.

1. Mantenha a mente ativa

Atividades mentalmente estimulantes, como ler, resolver palavras-cruzadas e jogar xadrez, podem atrasar o início da demência e diminuir os efeitos dela. Seu cérebro também se beneficia toda vez que você aprende algo novo. Então, desafie-se sempre. Aprender um novo idioma ou começar a praticar um esporte também são boas formas de manter a mente afiada.

2. Mantenha o corpo ativo

Há fortes evidências de que pessoas que fazem atividade física regularmente têm o cérebro mais saudável e menor risco de demência. Fale com o seu médico antes de começar uma rotina de exercícios. Procure fazer, no mínimo:

  • Atividades aeróbicas - 150 minutos por semana de atividade aeróbica moderada, como caminhada rápida e pedalar ou 75 minutos por semana de atividade aeróbica vigorosa, como corrida e natação.
  • Exercícios de força - duas vezes por semana de atividades que trabalham os músculos, como flexões, abdominais e levantamento de peso.

Um estudo brasileiro recente, publicado no periódico científico Frontiers in Aging Neuroscience, mostrou que idosas que praticam ioga têm o córtex pré-frontal esquerdo mais espesso do que outras mulheres da mesma faixa etária, o que significa que correm menos risco de desenvolver Alzheimer e outros tipos de demência.

3. Tenha uma dieta saudável

Uma alimentação saudável e equilibrada pode ajudar a prevenir a demência, além de vários outros problemas de saúde. Inclua muitas frutas, vegetais e alimentos integrais na dieta. Sempre que possível, substitua a carne bovina por peixes a aves. Além disso, procure diminuir o consumo de sal, açúcar e alimentos processados.

4. Não fume

Fumar aumenta o risco de demência porque prejudica a saúde cardiovascular e interfere na capacidade do corpo de fornecer oxigênio ao cérebro. Se você precisa de ajuda para parar de fumar, converse com seu médico.

5. Não abuse do álcool

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode levar a danos cerebrais e aumentar o risco de demência.

6. Sociabilize

O isolamento social é um fator de risco para a demência, além de aumentar as chances de você ter depressão, que é outro fator de risco. Para manter o cérebro saudável, desfrute da companhia dos amigos e familiares e se envolva em atividades sociais, como dança, trabalho voluntário e esportes coletivos.

7. Cuide do seu coração

Problemas que afetam o coração e os vasos sanguíneos – como pressão alta, diabetes, colesterol alto e obesidade – aumentam suas chances de desenvolver demência. Esse é mais um motivo para adotar um estilo de vida saudável. Tenha em mente que o que é bom para o seu coração também é bom para o seu cérebro.

Referências

 

PP-PFE-BRA-1602

14 janeiro, 2019

CONTEÚDO RELACIONADO

Cadastre-se